MSXRio’2009

13º Encontro Carioca de Usuários de MSX, MSXRio’2009: SESC Engenho de Dentro, nos dias 25 de julho e 26 de setembro.

Para 2009, a proposta foi inverter o esquema tradicional, e dar mais fôlego às mini-reuniões que sempre quisemos colocar em prática. Até então, só tivemos duas dessas mini-reuniões, uma em 2006 e outra em 2007. Queríamos enfatizar os encontros menores, de programação, mas nunca conseguíamos. Colocamos então algumas metas para fazer esses encontros de um dia:

  • Seriam menores do que as MSXRio “tradicionais”. Logo a sala onde seria o encontros seria menor; levaríamos menos equipamentos – quem tem 2 ou mais MSXs, só levaria um, de preferência um que desse o mínimo de trabalho para montar. Dessa forma, teríamos menos gastos com infra-estrutura, e seria mais fácil (e rápido) organizar e desmontar o evento. Uma contrapartida interessante que tivemos com isso foi que o aluguel foi mais barato, o que permitiu ao grupo economizar algumas lascas.
  • A divulgação seria focada em Internet. Sempre enviamos emails para jornais, por exemplo, mas está cada vez mais difícil perturbar a imprensa escrita. Aliás, tivemos a conta do grupo bloqueada por um sistema automático que nos acusou de enviar spam… Melhor focar nos contatos que estabelecemos ao longo dos anos, e divulgar com eles.
  • Pensar mais no povo “daqui” do que no povo “de lá”. Sempre ficamos pensando que o nosso encontro seria algo semelhante ao encontro de Jaú, para onde o povo que vai é quase todo de fora da cidade. Mas o pessoal de fora do Rio não tem podido vir, e achamos melhor priorizar os amigos do Rio. Não que não seja importante a vinda do pessoal dos outros estados, pelo contrário. Mas tentamos focar mais, só isso.

Teríamos algumas desvantagens, como menos equipamento e talvez menos gente. Mas com uma periodicidade maior, quem não poderia ir na primeira, pode ir na segunda. E quem for na primeira, anima-se a ir na segunda, ora.

Quanto à divulgação, tivemos a ajuda de vários sites, que sempre colaboram conosco. Entre eles, cito o Infowester, o MeioBit, o BR-Linux e o jornal O Globo, na pessoa do André Machado, nosso amigo MSXzeiro honorário (ele ganhou uma camisa azul, demos a ele como um agradecimento pela ajuda nesses anos todos). A esses podemos somar o Guanabara.info e o Baú Pirata.

E, finalmente… Como foi? Bem, vamos lá:

25 de julho

O primeiro encontro foi, como dissemos, menor: Menos micros, menos equipamentos, sala menor… Mas acabou sendo um dos melhores que já ocorreram. Tivemos a presença sempre divertida de Alexandre Tabajara Souza, que veio do Espírito Santo para participar, e trouxe alguns itens para vender.

O tempo frio do dia ajudou  a torná-lo mais aconchegante, e tivemos a presença também ilustre (e constante) de Ricardo Oazem, com a VSU (agora acondicionada numa caixa branca, devidamente adesivada), e de Victor Trucco, com o seu emulador de drive. Alguns fudebas apareceram pela primeira vez, e outros reapareceram. Foi um encontro histórico.

Uma das coisas que tivemos no encontro foi a visita de várias personalidades ilustres (e outras, nem tanto) na Web brasileira: Cardoso, do site MeioBit; Júnior e jabour_rio, do site Baú Pirata, e Gustavo Guanabara, do site Guanabara.info. Todos lembravam do MSX como um micro de 8 bits, feito pela Gradiente e Sharp nos anos 1980. E quando viram micros com capacidade gráfica expandida, usando HDs e CD-ROMs, som estonteante, cartões de memória… Foi um momento surpreendente para todos.

Como todo encontro, ele encerra-se em pizza, mas numa pizzaria mesmo, não em Brasília. E o sentimento de sucesso, já que todo mundo gostou do encontro, e as entradas vendendo camisas e outros itens pagaram o aluguel da sala por uma larga margem. Travamos contatos, com pessoas interessadas em montar um encontro de vintage computing no Rio (algo maior do que a MSXRio, se bem que qualquer encontro de anime é maior do que a MSXRio). Foi muito bom. E, para coroar um encontro bem-sucedido, tem o artigo escrito pelo Cardoso, para o Meiobit, a respeito do encontro (“MSXRio – Eles sim são livres“). Esse texto nos encheu de orgulho.

26 de setembro:

No encontro de setembro foi outro sucesso, mais um encontro divertido. Não tivemos a presença de tanta gente ilustre, mas a aparição de amigos MSXzeiros, e de outros que tem se aproximado da “causa”. O Oazem (Tecnobytes) apresentou mais um recurso incorporado à VSU: Tocar arquivos MP3. E para comemorar, várias músicas do… Michael Jackson. Mas felizmente ninguém fez moonwalk…

Também tivemos a presença do Slotman, que exibiu algumas das suas criações, como um jogo chamado The Outbreak, usando CD-ROM e sequências de vídeo num jogo sobre sobrevivência perante um apocalipse zumbi. Muitos miolos espalhados pelo chão. Ainda vimos um clone de Dr. Mario (o Dr. Hello), fora outras coisas.

Vale por último ressaltar que o nosso amigo Márcio Lima de Carvalho (batousai) voltou a morar no Rio de Janeiro em agosto último, e devido a circunstâncias que não cabem a nós comentar, resolveu fazer uma grande liquidação da sua coleção de micros e itens de informática. Teve PC-Engine, LaserActive, Amigas, videogames… De tudo foi vendido, o que rendeu alegria aos compradores, e muitos reais ao bolso do Marcio.

Então, foi um bom encontro, como tem sido, e o modelo certamente será mantido para 2010.

2 comentários sobre “MSXRio’2009

Os comentários estão fechados.